sexta-feira, 7 de novembro de 2008

ALGO MELHOR

Certa manhã acordei de forma incontrolável, não sabia o que fazer comigo mesma. Estava muito confusa com minha vida familiar, com meu namoro, com os amigos, com tudo a minha volta. Estava em um momento de decisão em minha vida, não sabia o que fazer. Havia terminado o segundo grau, tinha certeza do que queria fazer, era meu sonho de infância, ser dentista, mas quando chegou a hora, dei pra trás com tudo, e decidi que não era aquilo que eu queria, mas o que quero mesmo? Nem eu sei.Cada vez mais perturbada, me perguntei, o que estou fazendo comigo? Estou me matando desta forma, me encasulando cada vez mais dentro de mim mesma! Estou sentindo coisas que antes não sentia. Coisas que não consigo explicar, coisas que me incomodam, que não deveriam estar aqui, não agora. Vida estranha, vida ingrata! Por que esse ano? Por que hoje? Por que agora?Fui me encontrar com uns amigos, estávamos todos brincando, zoando tudo. Todos estavam muito alegres com tudo. Bebiam, fumavam, cheiravam, zoavam tudo, todos contando vantagens. Os meninos como sempre dizendo que pegaram uma menina ali e outra acolá. As meninas nem ligavam e continuavam se oferecendo. Aquilo ia cada vez mais me incomodando, ia me corroendo por dentro. O que eu estava fazendo ali? Isso não é pra mim. Certas coisas iam cada vez me enojando mais. A falta de respeito uns com os outros, uma liberdade inexplicável que se estendia a mim. Eu não aguentava mais. CHEGA!Meus amigos começaram a me procurar, e eu me afastando cada vez mais. Não eram o tipo de pessoa com que eu queria andar. Não fazendo aquele tipo de coisa. Eu não queria para de falar com eles, só queria me afastar por um tempo, queria me encontrar. Eu me martirizava, não entendia o motivo de tanto sofrimento. Até que um dia eu descobri algo de novo. O amor de Jesus em por mim. Descobri que um dia alguém morreu para que eu tivesse VIDA! Para que eu crescesse, e soubesse que a cada passo meu, alguém estaria dando junto comigo. Me ajudando a superar cada dor, cada choro, cada ferida em meu peito. Me dando a certeza de que tenho um amigo de verdade, um amigo que me escuta a cada oração que faço, um amigo que me aconselha a cada vez que abro minha Bíblia. Um amigo que é pra sempre e que sempre que peço Ele vem até mim, e derrama a paz que excede a todo entendimento. Não explicação, Ele morreu por mim e por você, para um dia todo esse amor, fosse destilado de forma inexplicável, de forma que só ele conhece... e que você pode conhecer se quiser, basta você querer!Me chamo Clara, e espero que vocês curtam a presença de um ser supremo, assim como estou curtindo agora. Gente é maravilhoso! Eu posso dizer. Agora sou feliz!

by: susan soares

Que Deus os abençoe!

Ps: depois eu falo como foi a ministração no casamento e coloco as fotos da praia e as do casamento(logo depois que eu conseguir pegar rs)

Um comentário:

Bruna Bianconi disse...

liindo, concordo contigo :)